AB Vista apresenta a Econase XT para tratar problemas de viscosidade

Para muitos, a safra pode ser um momento para colher as recompensas de um ano de trabalho árduo, mas para os nutricionistas e produtores a chegada da safrinha pode representar um verdadeiro desafio. Incorporar na dieta grãos recém-colhidos pode impactar negativamente o desempenho, pois afetam a conversão alimentar e outros indicadores de produção. Ao associar a variação do conteúdo nutricional com o uso de uma xilanase potente, como a Econase XT, para tratar dos problemas de viscosidade, os produtores podem garantir que o desempenho e a rentabilidade permaneçam nos trilhos.

A variação do teor de viscosidade e de umidade em cereais novos pode causar problemas na digestibilidade, além de um impacto negativo sobre o ganho, a conversão alimentar e na saúde, tanto de suínos quanto de aves – o que significa que tal época do ano pode ser difícil para nutricionistas e produtores. No entanto, está bem definido e conhecido na indústria, que o uso de uma enzima xilanase pode garantir ao nutricionista que qualquer potencial de impacto negativo sobre a variabilidade em cereais novos está sendo evitado.

É recomendado ao nutricionista escolher uma xilanase potente para quebrar PNAs, reduzindo assim os efeitos antinutricionais, a viscosidade da digesta e impactando positivamente sobre a saúde intestinal. Ao selecionar uma xilanase, você pode direcionar para a quebra de arabinoxilanas – o principal componente dos PNAs – em xilo-oligômeros, que podem ter um efeito prebiótico no trato gastrointestinal inferior.

O gerente técnico da AB Vista, Alexandre de Brito, diz que, se possível, os nutricionistas devem começar a usar o cereal recém-colhido juntamente com o da safra anterior na proporção de 50:50, embora muitas vezes as condições de mercado não permitam que isso aconteça. Em alguns países é normal usar a safra nova logo após a colheita associada com enzimas PNAs.

No Brasil, a safrinha já começou ou está prestes a começar em alguns estados. Dependendo das condições de mercado, pode ser vantajoso maximizar a utilização de cereais da safrinha assim que possível após a colheita. A inclusão de uma enzima PNA, que efetivamente reduz a viscosidade, permite o uso de cereais viscosos como o milho. A Econase XT demonstrou reduzir a viscosidade em frangos de corte, tanto em dietas à base de milho quanto de trigo, tornando-se um produto ideal para ser utilizado enquanto os principais cereais usados podem variar conforme o mercado.

“Antes de usar o milho da safrinha, os nutricionistas podem checar seu valor nutricional, usando normalmente a espectroscopia de infravermelho próximo (NIR) e, em seguida, fazer as alterações necessárias na formulação conforme os níveis de proteína, amido, fibra e umidade, revela o gerente técnico da AB Vista. Também é importante que a xilanase selecionada seja suficientemente termoestável, tanto na forma líquida quanto pó, porque as condições de condicionamento e peletização da ração variam muito, mesmo dentro da mesma fábrica de rações”, diz Brito.

Finalmente, ao usar xilanase, destaca que é importante escolher uma que seja facilmente detectada e medida na ração, usando uma análise apropriada, para assegurar que a enzima esteja presente em quantidade suficiente na ração final e que o desempenho e a rentabilidade permaneçam nos trilhos. Para mais informações, por favor entre em contato conosco pelo telefone (11) 2938-9007 ou marketing.br@abvista.com.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.