Produtora Edivânia Andrade - Santa Cruz do Rio Pardo (SP)
Divulgação Agristar

Tomate Parma F1 mostra resultados e conquista produtores

Com atributos que incluem frutos graúdos, brilhosos e firmes, além de um completo pacote de resistências, o tomate Parma F1, da linha Superseed, tem mostrado excelentes resultados e conquistado produtores em todo o País. O material será lançado oficialmente durante a 24ª Hortitec, uma das mais importantes feiras de horticultura da América Latina, que será realizada entre os dias 21 e 23 de junho,

Mais da metade da produção de tomate saladette nacional fica na região sul do estado de São Paulo, em cidades como Capão Bonito, Ribeirão Branco, Guapiara, Itapeva e Apiaí e o semeio a campo se concentra de junho até a primeira quinzena de janeiro. O assistente técnico de vendas Superseed, Wellington Moraes, explica que no final de 2016 foram montados campos de teste nesta região “com ótimos resultados, principalmente com relação a pós-colheita, padrão de frutos e por manchar pouco com o excesso de chuva durante a colheita”.

Já nas regiões de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) e Faxinal (PR), a particularidade fica para o cultivo em estufas tipo Londrina. “Na região de Santa Cruz do Rio Pardo, iniciamos o trabalho com a produtora Edivânia Andrade e tivemos resultados fantásticos, com o Parma se destacando pela produção, sanidade de planta, padrão e tamanho de frutos até o ponteiro, além de sua excelente pós-colheita”, diz Moraes.

“Nós temos muitos problemas com Ralstonia, por isso temos que utilizar tomate enxertado. Eu optei pelo Parma porque fiz o teste em estufa e gostei muito do resultado, foi a rua que saiu mais bonita. Pude colher o tomate graúdo até o final, porque é um tomate muito firme, que não fica mole mesmo bem maduro. Tem resistência ao Geminivírus, ao Vira-Cabeça e Fusarium raça 3, ponteiro bonito, muito carregado de flores e bom para pegamento. Acredito que veio para ficar no mercado”, ressalta Edivânia Andrade.

“Na região de Faxinal (PR), iniciamos os trabalhos com os produtores Paçoca (como é conhecido), Denilson Krupinic e Wanderlei Zanelli. Em colheita atualmente, os resultados são promissores, pois os produtores estão muito satisfeitos com o Parma pela sanidade de planta, pegamento, tamanho, padrão e qualidade de frutos, além de excelente pós-colheita”, complementa Wellington Moraes.

Já o assistente técnico de vendas Superseed, Luiz Veiga, ressalta que trabalha com o Parma desde 2015 e vem acompanhando e avaliando o material, que em 2016 começou a ser comercializado e será lançado oficialmente na Hortitec deste ano. “Estamos vendendo muito bem desde então. Os produtores calculam a produtividade em caixas por mil plantas e eu tenho o resultado de até 400 caixas de tomate colhidos a cada mil plantas, sendo que cada caixa tem por volta de 20 quilos”, diz.

O especialista em tomates e pimentões da Agristar do Brasil, Thiago Teodoro indica que além dos excelentes resultados de campo, vale ressaltar as tolerâncias à virose. “Hoje temos no tomate Parma F1 um pacote muito completo, com resistência ao Geminivirus, Vira-cabeça e Fusarium Raça 3;  e ainda como diferencial a tolerância a Mancha de Cladosporium, que é muito importante para o cultivo orgânico, e é indicado para semeio o ano todo, tanto a campo quanto a estufa”, destaca. O tomate saladete Parma F1 também vem tendo grande êxito nas regiões do Distrito Federal e Araguari (GO).

Sobre a Agristar
Fundada em 1958, a Agristar é uma das maiores empresas do país na produção e comercialização de sementes de hortaliças, flores e frutas. Atua no mercado profissional de horticultura com as linhas Topseed Premium, Topseed e Superseed, além da Topseed Garden voltada para o segmento de jardinagem, hobby e lazer. Sediada em Santo Antônio de Posse (SP), a empresa possui cinco unidades voltadas para pesquisa e desenvolvimento de produtos localizadas estrategicamente em SP, MG, GO, SC e RN, principais polos produtores do País.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *