Safra de grãos 2015/2016 terá queda de 10,3%

A safra de grãos 2015/2016 será de 186,4 milhões de toneladas, 23,9 milhões de toneladas a menos em comparação com os números divulgados em fevereiro deste ano pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, com base nos números da Conab divulgados no dia 6 de setembro, mostra que a queda na safra de grãos foi provocada principalmente pelos problemas climáticos provocados pelo fenômeno El Niño, que afetou as regiões produtoras de milho, arroz, soja e algodão.

Diante das adversidades climáticas, em particular a falta de chuvas, a produção de grãos na safra 2015/2016 sofrerá redução de 10,3% em comparação com o período anterior, 2014/2015. Os números da Conab mostram que a área plantada será de 58,3 milhões de hectares, aumento de 0,7% em comparação com os números da safra de grãos de 2014/2015.

A soja continua liderando a produção de grãos, com 57% da área cultivada do País, com aumento de 3,6%: de 32,1 milhões de hectares, em 2014/2015, para 33,2 milhões de hectares na safra atual. Mesmo assim, devido ainda aos problemas climáticos decorrentes do El Niño, a produção total de soja no País, na atual safra, será de 95,4 milhões de toneladas, queda de 0,83% em relação à safra 2014/2015.

As adversidades climáticas foram particularmente graves, por exemplo, na produção de milho segunda safra. Os dados da Conab indicam que a safra de milho verão teve redução de 12,2% na área plantada, em comparação com o período 2014/2015, queda provocada também pela forte concorrência da soja. A escassez de chuvas na região Centro-Oeste afetou o milho safrinha com perdas de 30%, em Mato Grosso, 24% no Mato Grosso do Sul e outros 40% em Goiás.

Confira o comunicado na íntegra:  http://www.cnabrasil.org.br/artigos-tecnicos/comunicado-tecnico-safra-de-graos-setembro-de-2016

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.