Santa Cruz do Sul - page 10

A
prosperidade é umamarca de Santa Cruz do Sul
desde as suas origens. A localidade como a co-
nhecemos hoje tem raízes na antiga colônia de
Santa Cruz, criada em 1847 no Município de Rio
Pardo, à época um importante centro de comér-
cio,entreamargemesquerdadoRioPardoeoArroioTaquari-Mi-
rim. O objetivo era estabelecer comunicação coma região serra-
na da então Província do RioGrande do Sul.
Segundo os registros oficiais, os primeiros habitantes che-
garam em dezembro de 1849. Eram imigrantes alemães, prove-
nientes das regiões doRheno e Silésia, que se estabeleceramem
PicadaVelha,hojeBairroLinhaSantaCruz,emlotesdemarcados
pelo governo imperial. Novos colonos chegaram nos dois anos
seguintes. Instalados em choupanas e com pouco dinheiro e in-
fraestrutura escassa, eles se dedicavam ao cultivo de produtos
comomilho, feijão, batata, cevadaemandioca, entreoutros, que
eramexportados através do Rio Pardo. Desde cedo, porém, o ta-
bacosedestacou, pormeioda importaçãode sementes cubanas
pelo governo imperial. A expansão da colônia foi rápida e, em28
de setembro de 1878, houve a emancipação.
A ascensão econômica de alguns agricultores desencadeou
o processo de industrialização, no início do século 20, com a
formação de pequenas manufaturas. Em 1905, foi inaugurada
a ligação férreaSantaCruz-RioPardo, oque impulsionoua inte-
gração comPorto Alegre, e em1917 foi instalada a Companhia
Brasileira de Fumo em Folha (CBFF), vinculada à British Ameri-
can Tobacco (BAT). A consolidação como capital mundial do ta-
baco ocorreu na década de 1970, após o Brasil abrir as portas
para as multinacionais. Em1974, Santa Cruz já contava com11
indústrias fumageiras.
Nas décadas seguintes, o município despontou em índices
socioeconômicos e outros segmentos produtivos floresceram.
Hoje, um dos traços da quinta maior economia do Rio Grande
do Sul é justamente a diversificação.
História
Umatrajetóriade
prosperidade
8
1,2,3,4,5,6,7,8,9 11,12,13,14,15,16,17,18,19,20,...84
Powered by FlippingBook