Presidente da CNA ressalta relevância da infraestrutura logística

Os produtores rurais são as principais vítimas de uma infraestrutura logística precária e insuficiente, enfrentando no dia a dia uma verdadeira aventura para conseguir escoar seus produtos aos pontos de venda. A afirmação foi feita pelo presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, em discurso na abertura do I Encontro Nacional dos Usuários do Transporte de Cargas, em Brasília, nessa terça, dia 8 de novembro.

“Como consequência desse estado precário da infraestrutura logística, parte considerável do lucro dos produtores rurais se perde com o transporte, além do desperdício físico da produção ao longo do trajeto”, disse Martins. Conforme o dirigente, enquanto os produtores fazem investimentos pesados dentro das propriedades, o setor público investe pouco, apesar do nível elevado de impostos que são pagos. “Preconceitos ideológicos impediram o estado de transferir responsabilidades ao setor privado”, avaliou.

Martins ainda elogiou a criação do Programa de Parcerias em Investimentos (PPI), que visa atrair recursos privados, gerando novos postos de trabalho e ampliando a competitividade das exportações brasileiras. “Esperamos que o estatismo seja expurgado do novo modelo de concessões, pois afugenta os capitais privados e torna as empresas dependentes dos créditos do Estado. Que seja um modelo de competição e liberdade”, afirmou.

Encontro – Durante o evento, os participantes discutiram temas como a retomada dos investimentos nos modais de transporte para dar mais eficiência e competitividade ao setor produtivo no País. No final do encontro, realizado pela CNA e outras 14 entidades, foi elaborado um documento com as principais reivindicações dos segmentos rural e do transporte. O documento pede um ambiente regulatório e segurança jurídica para os investimentos privados em infraestrutura logística.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.