Jornalista da Editora Gazeta apresenta conferência na Argentina

O jornalista Cleiton Evandro dos Santos, da Editora Gazeta, esteve em Corrientes, capital da província de mesmo nome, na Argentina, na semana que passou apresentando uma conferência: “Cenários e Perspectivas para os Mercados de Arroz Mundial, do Mercosul e do Brasil”. Foi um evento muito prestigiado com produtores das províncias de Corrientes, Chaco, Entre Ríos e Formosa, responsáveis por quase 90% da produção argentina. A palestra fez parte da programação oficial da XV Jornadas de Arroz, promovida pela Associação Correntina de Plantadores de Arroz (ACPA).

A palestra teve mais de 200 rizicultores, engenheiros agrônomos e pesquisadores presentes e, depois, deu origem a um debate entre autoridades locais, entre elas o presidente da ACPA Pedro Tomassella, o contador Héctor Daniel Filigoi, líder setorial, e o engenheiro agrônomo Javier Araújo. Com base nos cenários apresentados por Santos, os debatedores estabeleceram discussão acerca das estratégias de produção e comercialização que deve ser estabelecida pela cadeia produtiva na temporada 2016/17.

“Basicamente falei sobre a conjuntura mundial, do Mercosul e do Brasil em termos de safra e mercado na atual temporada e os cenários que se formam para a safra 2016/17, que ora começa a ser semeada. Também dei ênfase especial aos mercados-clientes do arroz argentino, ao diferencial de preços daquele país (mais alto que os demais do Mercosul) e a importância do mercado brasileiro – que importa 30% da produção total da Argentina”, explica Santos. Ele abordou ainda o consumo interno, as perspectivas de ampliação dos negócios com as Américas, o Oriente Médio e a África, e a necessidade do Mercosul ajustar os ponteiros e buscar a exportação em bloco, uma vez que é superavitário em pelo menos 4 milhões de toneladas em arroz. Em 2015/16 a situação foi um pouco diferente em razão das perdas produtivas no Brasil (de cerca de 1,5 milhões de toneladas) e uma nova realidade cambial.

Os argentinos produzem perto de 1,5 milhão de toneladas de arroz em casca por ano, dos quais 50% são exportados para países como Peru, Irã, Iraque, Brasil, Nicarágua, Panamá, Bolívia e Venezuela. O jornalista já ficou pré-agendado para retornar a Corrientes em 2017 para um dos eventos da ACPA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.