Gado brasileiro. Robispierre Giuliani

Exportação de carne bovina registra crescimento de 22% em faturamento em março

A indústria brasileira de carne bovina registrou resultado positivo nas exportações durante o mês de março, com um faturamento de US$ 501 milhões e o embarque de mais de 125 mil toneladas. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), o desempenho representa um crescimento de 22% da receita e 20% do volume exportado, na comparação com fevereiro.

Hong Kong, China e Rússia foram os que mais importaram carne bovina do Brasil no período, com crescimento do volume e do faturamento gerados com a comercialização. Hong Kong foi o que mais importou, com um total de 27 mil toneladas e US$ 100 milhões de faturamento, um aumento de 16% comparado com o mês anterior. A China comprou 19 mil toneladas, gerando US$ 82 milhões de faturamento, 31% a mais do que em fevereiro. Já a Rússia aumentou em 46% o volume de carne brasileira importada, proporcionando um crescimento de 54% do faturamento com as negociações.

“Os resultados positivos registrados em março demonstram a força da indústria brasileira de carne bovina e seu potencial como exportadora. Os dados confirmam que a operação policial, desencadeada em 17 de março, não foi capaz de afetar substancialmente a média das exportações, até porque muitos mercados que interromperam as negociações após as notícias veiculadas, reabriram rapidamente, demonstrando confiança na carne bovina brasileira”, comenta Antônio Jorge Camardelli, presidente da Abiec. “Nos próximos meses, continuaremos focados em assegurar e ampliar a nossa presença em mercados estratégicos e iniciar negociações com novos países”, complementa ele.

Apesar do embargo estabelecido temporariamente por alguns países na terceira semana de março, a queda do faturamento registrado no mês foi de apenas 3% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando foi obtido um faturamento de US$ 517 milhões.

Categorias – A carne in natura se manteve como categoria mais exportada, seguida por industrializadas e miúdos. Em março, sua comercialização para outros países gerou um faturamento de US$ 403 milhões, com embarque de mais de 98 mil toneladas, uma alta de 24% tanto em faturamento quanto em volume.

Sobre a Abiec – www.abiec.com.br
Criada em 1979, a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) reúne 29 empresas do setor no país, responsáveis por 91% da carne negociada para mercados internacionais. Sua criação foi uma resposta à necessidade de uma atuação mais ativa no segmento de exportação de carne bovina no Brasil, por meio da defesa dos interesses do setor, ampliação dos esforços para redução de barreiras comerciais e promoção dos produtos nacionais. Atualmente, o Brasil produz em torno de 10 milhões de toneladas de carne bovina, aproximadamente 20% são negociados para dezenas de países em todo o mundo, seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *