Expedição da Gazeta vai percorrer o Sul do Brasil

Reportagens diárias no jornal, rádio e internet vão mostrar a força da cadeia produtiva para a economia do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná

Em 308 mil hectares espalhados por 619 municípios, o Sul do Brasil vai produzir aproximadamente 600 mil toneladas de tabaco na atual safra, segundo estimativa da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). São 674 mil pessoas envolvidas diretamente na atividade, que em diferentes regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná ganha contornos muito particulares. Para mostrar as diferentes realidades do setor e contar as histórias de quem produz um dos principais itens da pauta de exportações do agronegócio, aGazeta Grupo de Comunicações vai pegar a estrada.

Batizada de Os caminhos do tabaco, a inédita expedição multimídia percorrerá cerca de 4 mil quilômetros entre o sul do Rio Grande e o norte do Paraná. Durante a semana, os repórteres Igor Müller (textos) e Bruno Pedry (imagens) visitarão produtores, indústrias, entidades e empresas ligadas ao setor para montar uma radiografia atual da cadeia produtiva do tabaco. O produto é responsável por movimentar até 80% da economia de pequenos municípios, principalmente do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A expedição começa na tarde deste domingo, 31. De Santa Cruz do Sul os repórteres partem em direção ao Sul do Estado. A primeira parada será em São Lourenço do Sul, onde agricultores investem no cultivo de tabaco com irrigação. Ainda na segunda-feira a expedição passará pelo município de Canguçu, onde logo no início da safra os fumicultores sofreram com a geada e tiveram que recomeçar as plantações do zero. Os bons resultados na hora da colheita mostram que a manobra valeu a pena.

Saindo do Sul, a equipe passará pelo Centro do Estado. Primeiro por Venâncio Aires, o município que mais planta fumo no Brasil, e depois por Santa Cruz, o maior polo mundial de beneficiamento da planta. Na região Centro-Serra a procura será pela produção de fumo em corda, orgânico e do tipo Burley, com e sem colheita mecanizada. Depois de Arroio do Tigre, o próximo destino será o Oeste de Santa Catarina. Até quarta-feira a equipe pretende chegar à região de Marechal Cândido Rondon, próximo ao lago da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Da região da Tríplice Fronteira a expedição segue em direção ao Centro do Estado, passando por Irati e Rio Negro, entre outros municípios produtores. Já na reta final da viagem a equipe passará pelas regiões catarinenses de Rio do Sul, Tubarão e Araranguá, onde a produção de tabaco ocorre até mesmo quase na beira da praia. O retorno a Santa Cruz está previsto para a próxima sexta-feira.

Acompanhe

A expedição será contada em detalhes no rádio, na internet e no jornal. Uma coluna especial será veiculada na Gazeta do Sul entre esta edição e o próximo fim de semana. Nela, os repórteres mostrarão o dia a dia da viagem, em uma espécie de diário de bordo. Na internet, o conteúdo será centralizado no Portal Gaz e no site www.portaldotabaco.com.br, com atualizações ao longo do dia e interação com os internautas. A prioridade é a publicação de vídeos produzidos ao longo do roteiro.

Nas quatro rádios do grupo – Gazeta AM e Gazeta FM (Santa Cruz do Sul), Rádio Rio Pardo eGazeta FM 98.1 (Sobradinho) – os boletins serão sempre no início da manhã e no fim da tarde. Por fim, todo o conteúdo será reunido em um suplemento especial da Gazeta do Sul no fim de fevereiro.

Apoio

A ideia de uma expedição multimídia na região fumageira surgiu em uma reunião de pauta da equipe da Editora Gazeta, especializada em publicações do agronegócio. Foi no fim de 2015, quando as demais redações do grupo deram início ao planejamento. A equipe técnica da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) que responde pelas avaliações de danos nas lavouras, coordenada por Paulo Vicente Ogliari, foi parceira na organização do roteiro, indicando as localidades por onde os dois irão passar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.