Distribuição de produtos pelas Ilhas Canárias será mais rápida e a custos menores

Brasil quer ampliar exportações para África e Europa

O Brasil negocia uso de porto na Espanha para ampliar exportação para África e Europa. A distribuição de produtos pelas Ilhas Canárias será mais rápida e a custos menores. A negociação para uso do porto espanhol é resultado da missão oficial do secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki, à Espanha, em outubro passado, durante a feira ‘Fruit Attraction’.

A agenda oficial do secretário Novacki incluiu reunião com a diretoria do porto de Las Palmas, que opera linhas marítimas para mais de 30 países africanos, está preparado para atracação de navios de grande porte e capacitado para armazenamento de grãos, frutas, carnes e máquinas e redistribuí-los para diferentes destinos africanos, em embarcações menores.

O diretor do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio, Evaldo da Silva Júnior, disse que a existência de rotas de comércio alternativas às que já são tradicionalmente utilizadas pelos exportadores de produtos agropecuários brasileiros é salutar para o País.

A oportunidade apresentada pelos espanhóis é especialmente interessante porque possibilita a distribuição dos nossos produtos com agilidade e custo competitivo tanto para a África – uma fronteira ainda a ser melhor explorada – quanto para a União Europeia, que é atualmente nosso segundo maior mercado importador. As importações europeias devem aumentar consideravelmente após a conclusão das negociações do acordo comercial com o Mercosul, prevista para ocorrer ainda em 2017.”

Nessa terça-feira, a delegação teve reunião com a Secretaria de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul e com empresários da região, que responde pela maior produção de arroz do País. Está prevista para o início de 2018 uma missão técnica para visitar Porto de Las Palmas com a participação de empresários brasileiros.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *