Pró-Oliva marca inauguração da Casa do Badesul na Expointe

Apoiar os produtores rurais e estimular o cultivo de novas culturas é encarado pelo governo como ferramenta fundamental para a retomada do desenvolvimento do Rio Grande do Sul.  Seguindo essa diretriz, ocorreu na manhã dessa terça-feira, na Casa do Badesul, na 39ª Expointer, o ato de integração do banco de fomento ao Programa Estadual de Desenvolvimento da Olivicultura (Pró-Oliva). A assinatura marcou a inauguração da sede da instituição no Parque Assis Brasil, em Esteio.

O governador José Ivo Sartori lembrou que o Rio Grande do Sul é conhecido pela sua vocação agrícola e pela capacidade de inovar, agregando valor às propriedades. “O cultivo de oliveiras vem avançando. Já são dois mil hectares plantados no estado e, em pouco tempo, poderemos dobrar a área cultivada de olivais”, afirmou.

Para Sartori, além de expandir as áreas de plantio, os empreendedores podem agregar valor, produzindo azeite. “Este é um passo importante para a agro industrialização”, destacou. Na ocasião, foram formalizados quatro novos projetos para expansão e implantação de mais 112 hectares de olivais. O estado já conta com oito fábricas.

A diretora-presidente do Badesul, Susana Kakuta, acrescentou que o setor da olivicultura cresce em média 20% ao ano. Kakuta disse que 45% da carteira da instituição de fomento é voltada ao agronegócio gaúcho. “A prioridade do banco é a modernização e a inovação tecnológica, focado na sustentabilidade, com o aumento de produtividade associado à qualidade dos produtos”, explicou.

Pró-Oliva
O Badesul prestará apoio técnico e financeiro ao desenvolvimento do setor da olivicultura para projetos de implantação e expansão dos olivais e de produção agroindustrial. A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) divulgará e incentivará a elaboração de projetos com apoio do banco. E o trabalho terá apoio institucional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect).

Lançado em julho de 2015, o Pró-Oliva visa à expansão e consolidação da olivicultura no estado. O programa prevê quatro frentes de ação: defesa sanitária e mudas de qualidade; pesquisa e assistência técnica; industrialização de azeites e conservas, e crédito para implantação de olivais.

A iniciativa tem o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Emater, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fepagro, prefeituras, universidades, produtores rurais, viveiristas, industriais e demais instituições públicas e privadas envolvidas com o setor.

Casa sustentável
A casa do Badesul fica na Quadra 12, Lote 6, próximo à Praça Central do Parque de Exposições Assis Brasil. São 140 metros quadrados, construídos com a estruturação de quatro contêineres marítimos e todo material utilizado é reciclado.

Prestigiaram o ato os secretários da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo; de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco; de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio Minetto; e Geral de Governo, Carlos Búrigo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.